Kevin SMILE — Analista técnico do INSS based in Salvador, Brazil

Semana Nacional de Educação Financeira alcançou 1,3 milhão de pessoas

Ações ocorreram em 458 municípios de todas as unidades da Federação



Da Redação (Brasília) – “O planejamento leva ao equilíbrio”. Esse foi o tema da 4a Semana Nacional de Educação Financeira, que aconteceu de 8 a 14 de maio deste ano. Ao todo, foram realizadas mais de cinco mil ações em 458 municípios, alcançando 1,3 milhão de pessoas. “Os resultados são animadores. Na primeira semana, realizada em 2014, foram 170 ações”, afirmou o subsecretário do Regime de Previdência Complementar, Paulo César dos Santos.

A Semana de Educação Financeira, realizada anualmente, é um desdobramento da Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef), criada pelo Decreto Federal 7.397/2010, e que tem por objetivo o fortalecimento da cidadania fornecendo e apoiando ações que ajudem a população a tomar decisões financeiras mais autônomas e conscientes. “São orientações e esclarecimentos para que as pessoas estejam preparadas para tomar as melhores decisões de acordo com a sua realidade”, explicou Paulo César.

O subsecretário Paulo César participou de duas ações durante a 4a Semana Enef: esteve presente no programa “Conexão Futura”, da TV Cultura e participou da abertura da I Feira da Previdência, um evento do Sebrae Nacional, para expor a visão da Secretaria de Previdência sobre o tema.

Conef – O Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef) é o responsável pela direção, supervisão e fomento da Enef. O Conef é formado por representantes das seguintes instituições: Ministério da Fazenda; Ministério da Educação; Ministério da Justiça; Banco Central do Brasil (BCB); Comissão de Valores Mobiliários (CVM); Superintendência de Previdência Complementar (Previc); Superintendência de Seguros Privados (Susep); Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima); BM&FBOVESPA S.A; Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg); e Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN).

Fonte: INSS